Gelcí Teresinha Quevedo Agne
"Aquilo que não sei cantar, digo e o que não sei dizer, poetizo."
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos



Hoje a palavra é vida!                                                                                           

Vida que brota
Vida que vinga
Vida que anima
Prenúncio de amanhã!
Vida intrépida,
Vento indômito,
Tufão... 
Pé de vento,
Vento que venta forte
E, de repente... abranda,
Brisa suave no coração...

Vida que encanta,
Que corta e que sangra,
Que diz sim agora e, que
Diz não, a qualquer hora...
Vida   insólito  movimento,
Na impermanência do instante,
Sopras surpresas, poesia,
Verbo novo no universo,
Novo tempo!

Vida que amo,
E que me revigora...
Amo teu mistério no segundo que se aproxima, 
E, na certeza do incerto,
O teu sopro a conduzir-me na corda bamba,
Ainda assim, amo...
Amo porque no inédito do teu sopro
Sopras amor, sopras encantamento e,
Sentimentos de belezas ímpares...
Ah, vida tu contas e,
Recontas aos meus ouvidos,
Que preparaste um amanhã novo e, 
Então, acordaremos com o tilintar de boas novas...

Assim  se  fez...
Hoje acordamos com o brinde
Que nos ofereces e, eu te saúdo: "gracias a la vida"!
Gracias por soprar a graça de vida nova em nossa família...
Gracias pelo novo serzinho que vem completar a alegria de viver,
De ser, e de celebrar o amor incondicional de avós, de pais e de mães,
De filhos, de filhas e netos...
Gracias Vida pela querida criança que hoje nos presenteia!
Nós a amamos como se desde sempre estivesse entre nós!
Gracias  querido filho, gracias Aline querida...
Gracias la vida!

Com amor, 

Carazinho, 06 de dezembro de 2016.




 
Gelci Agne
Enviado por Gelci Agne em 13/12/2016
Alterado em 13/12/2016
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários