Gelcí Teresinha Quevedo Agne
"Aquilo que não sei cantar, digo e o que não sei dizer, poetizo."
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


Divagações


Sou poliforme,
Multiforme, disforme...
Tenho múltiplas formas,
Todas que ousares imaginar e,
Todas as texturas que puderes experimentar...
Sou rugosa, áspera...
Cáustica, dura e espessa,
Ah, também posso ser leve, suave,
Delicada e macia, feito pele de pêssego...

O Sol me descortina a cada manhã
E nua, transpareço...
Se a chuva desce em tênue cortina,
Sou fina...
E em gotas de cristais, pura... purpurina,
Em cordões e finos fios, desço...
Sou calor, sou fogo
Sou luz, sou ar, 
Refrigero e aqueço...

O amor é derme,
Substrato... me envolve,
Acolhe e, seduz...
Por amor sonhei, vivi,
Sofri e aprendi...
O tempo não volta,
O mundo não para,
Assim, tudo é fugaz...
Exceto, a poesia que me compraz...


 
Gelci Agne
Enviado por Gelci Agne em 07/01/2017
Alterado em 07/01/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários